Pertinência do projeto universitário Latino-americano para a internacionalização da educação superior: um estudo sobre a UNILA
Casa Teses PMDGI - 2019

Pertinência do projeto universitário Latino-americano para a internacionalização da educação superior: um estudo sobre a UNILA

Pertinência do projeto universitário Latino-americano para a internacionalização da educação superior: um estudo sobre a UNILA

Ivor Prolo

Orientador(a): Profa. Dra. Manolita Correia Lima

O Movimento de Córdoba, na Argentina, ocorrido em 1918, marca o surgimento da corrente universitária tipicamente latino-americana, e tem como principal legado o engajamento com a justiça social na busca de uma sociedade mais igualitária e democrática. A internalização desse legado pode ser observada em muitas instituições públicas e fortalece o senso de relevância das universidades. A partir do século 21, os fóruns latino-americanos sobre educação têm sido enfáticos ao (re)afirmar a máxima de que a educação superior é um direito humano universal, uma necessidade social e um dever do Estado. Em consonância com a existência de um perfil de lideranças políticas progressistas nos países sul-americanos, cria-se um ambiente propício para o fomento de discussões, no Mercosul Educacional, que consideram o legado e a máxima supracitados. Consequentemente, a integração via a educação ganha função central na construção de uma consciência social regional integradora a partir da convivência e do respeito mútuo, entre estudantes e professores, em espaços internacionalizados. Esses espaços acontecem em ações de internacionalização entre universidades ou em instituições criadas com essa finalidade. O caso mais intrínseco, autêntico e exemplar de universidade que internaliza esses propósitos na América Latina é o da Universidade Federal da Integração LatinoAmericana – UNILA, localizada em Foz do Iguaçu, cidade situada na tríplice fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai. Essa instituição, no entanto, apesar de sua coerência com a concepção latino-americana de universidade e de imprimir senso de pertinência sociocultural a estes ideais, permanece em frágil equilíbrio em relação ao projeto de universidade alinhado ao mainstream e ao investimento público a ele destinado. Nesse contexto, essa investigação orienta-se pela discussão da seguinte tese: a consolidação de uma universidade temática, comprometida com a integração internacional latino-americana e orientada pelo senso de relevância sociocultural, depende de sua capacidade de conciliar a agenda nacional e a agenda internacional. O caminho metodológico associa-se com a tradição da pesquisa interpretativista, subordinada à abordagem qualitativa. O método adotado é o estudo de caso qualitativo e único. A essência dos dados empíricos teve como ponto de partida entrevistas individuais e em grupo por três anos e orientadas por roteiros. Os achados da pesquisa foram subdivididos em três artigos (capítulos). Os principais resultados globais são: i) o desequilíbrio entre a missão fundadora da universidade pesquisada e o seu funcionamento e expansão institucional; ii) a subordinação do propósito internacional ao nacional (Leis, financiamento e novos interesses governamentais); iii) a dificuldade interna de se chegar a consensos, sem perder o foco nos propósitos originais da instituição, para institucionalizar normas e procedimentos e para orientar a ação de lideranças no âmbito da gestão administrativa e acadêmica. Ademais, a execução e consolidação do projeto dessa instituição não é um empreendimento fácil, nem tampouco rápido e com resultados previsíveis. Por fim, a principal contribuição teórica dessa pesquisa alinha-se às lentes da educação superior e internacionalização com resgate da visão humanística de educação, formuladas na década de 1990 pela UNESCO.

Translate