Sobre o Programa

Estudo da interface entre comunicação e consumo

O Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Comunicação e Práticas de Consumo da ESPM (PPGCOM ESPM) teve início em 2006 com o curso de Mestrado acadêmico e teve o curso de Doutorado aprovado em 2012. Tem por objetivo formar professores e pesquisadores de alto nível, com

competência de atuação nacional e internacional, capazes de executar e liderar atividades de pesquisa, orientação e ensino na área de comunicação e de consumo. Seu corpo docente e discente tem produção intelectual reconhecida e o programa é avaliado como nota 5 pela CAPES.

Linhas de Pesquisa

Coordenação

Profa. Dra. Denise Cogo

Comunicação, consumo e contextos de recepção

Investigação da interface comunicação/consumo no plano da recepção e dos contextos macrossociais. As diversas implicações da comunicação e do consumo no cotidiano, na cultura e na sociedade: recepção e audiências; educação; questões geracionais e de classe; novos sensórios, regimes de visibilidade, estetização e espetáculo; apropriações e ressignificações das tecnicidades; ativismos, processos e ações socioculturais de engajamento característicos das culturas midiáticas e do consumo.

Professores dessa linha:

 

Denise Cogo

http://lattes.cnpq.br/5580285310605978

 

Luiz Peres Neto

http://lattes.cnpq.br/0366821352393854

 

Marcia Perencin Tondato

http://lattes.cnpq.br/9242834336115520

 

Rose de Melo Rocha

http://lattes.cnpq.br/2514554478091432

Comunicação, consumo e lógicas de produção

Investigação da interface comunicação/consumo no plano da produção e das estratégias midiáticas. Os sistemas e processos produtivos, considerando suas condições, narrativas e lógicas:  envelhecimento e suas representações; relação entre entretenimento, tecnologias e digitalização da cultura; memórias do consumo, poéticas e narrativas concernentes ao campo da produção, em seus discursos e materialidades; dinâmicas midiáticas biopolíticas e de consumo associadas à construção de narrativas sobre a identidade e a diferença.

Professores dessa linha:

 

Eliza Bachega Casadei

http://lattes.cnpq.br/6547895943001454

 

Gisela Grangeiro da Silva Castro

http://lattes.cnpq.br/3110538732969465

 

João Luiz Anzanello Carrascoza

http://lattes.cnpq.br/6452672613600277

 

Monica Rebecca Ferrari Nunes

http://lattes.cnpq.br/7955592804600185

 

Tânia Márcia Cezar Hoff

http://lattes.cnpq.br/2666577010721422

Diferencial e Abordagem

O diferencial do programa é a temática investigada: é o primeiro e único PPGCOM brasileiro inteiramente dedicado ao estudo da interface entre comunicação e consumo e das relações a ela articuladas. A análise crítica sobre a sociedade de massa e do consumo, sobre as culturas midiáticas e as narrativas do capital, inclui o estudo de teorias clássicas e a discussão de abordagens contemporâneas. É prioridade do PPGCOM a promoção de um ambiente intelectual compromissado com a agenda científica nacional e internacional e com desenvolvimento da sociedade brasileira.

MESTRADO

Disciplinas do Curso

Carga horária de 450 horas

Disciplinas Obrigatórias

O campo científico. Ciência, conhecimento científico e senso comum. Lógica do pensamento científico. Fundamentos da metodologia científica. A problemática – sujeito/objeto – e a constituição do sujeito pesquisador. A ciência contemporânea. Procedimentos quantitativos e qualitativos em ciências sociais e humanas. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. Epistemologia da comunicação. Comunicação e seus diálogos interdisciplinares. A comunicação como novo campo científico.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

Discussão e aprofundamento dos projetos desenvolvidos pelos alunos. Identificação e reflexão sobre os problemas de pesquisa, os referenciais teóricos e os aportes metodológicos. A concepção, a produção e o desenvolvimento do texto científico na elaboração de projetos de pesquisa. A particularidade do conhecimento científico produzido na interseção comunicação/consumo.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

As principais correntes teóricas da comunicação social. Os conceitos e contextos fundantes. Os cânones e as principais rupturas. Teorias da mídia em relação à emergência e ao desenvolvimento dos meios de comunicação. Teorias do contemporâneo. Comunicação e modernidade. Comunicação e pós-modernidade. Teorias da comunicação, cena midiática e culturas do consumo.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

As interfaces comunicação e consumo a partir de contextos históricos, teorias e autores paradigmáticos no marco da modernidade. As noções clássicas do consumo em suas conexões com a leitura dos processos comunicacionais. Os processos de metropolização, industrialização e a emergência da indústria cultural. A sociedade de massas, a comunicação e consumo. A construção do consumidor e do sujeito receptor. O legado de teorias sociológicas, antropológicas, econômicas e filosóficas na construção da interface comunicação/consumo.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

Disciplinas Optativas

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da Linha – Processos de recepção e contextos socioculturais articulados ao consumo.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Estudos culturais e seu legado teórico. Teorias das mediações na América Latina. Estudos culturais, de recepção e de consumo: convergências. Aportes teóricos críticos para os estudos de recepção. O conceito de recepção e sua operação como parte do processo comunicacional. Significação, representação, ideologia, hegemonia. Cultura popular e identidade. Leituras, interpretações, sujeitos. Multiculturalismo e conflito simbólico. Recepção, usos e apropriações. Contextos e ambiências da recepção. O cotidiano e as articulações entre o público e o privado. Codificação e decodificação. As relações consumo/consumidor e recepção/ receptor.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da Linha – Lógicas de produção e estratégias midiáticas articulada ao consumo.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Contexto histórico da economia política. Noções gerais sobre economia política. Economia política na contemporaneidade. Economia e poder político. Relação capital/ força de trabalho. Sistemas de produção e circulação de mercadoria (material e simbólica). Globalização, economia política e comunicação. Conceitos de economia simbólica. Economia política da mídia. Capitalismo cognitivo, indústrias criativas e acumulação flexível. Capitalismo imaterial, subjetividade e biopolítica.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da Linha – Novas tecnologias e ambiências comunicacionais e de consumo.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

O campo científico. Ciência, conhecimento científico e senso comum. Lógica do pensamento científico. Fundamentos da metodologia científica. A problemática – sujeito/objeto – e a constituição do sujeito pesquisador. A ciência contemporânea. Procedimentos quantitativos e qualitativos em ciências sociais e humanas. Métodos e técnicas de pesquisa em comunicação. Epistemologia da comunicação. Comunicação e seus diálogos interdisciplinares. A comunicação como novo campo científico.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

DOUTORADO

Disciplinas do Curso

Carga horária de 750 horas

Disciplinas Obrigatórias

Discussão e aprofundamento dos projetos desenvolvidos pelos doutorandos. Identificação e reflexão sobre os problemas de pesquisa, os referenciais teóricos e os aportes metodológicos. A concepção, a produção e o desenvolvimento do texto científico na elaboração de projetos de pesquisa. A particularidade do conhecimento científico produzido na interseção comunicação/consumo.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

A rede de intercâmbio de significados entre comunicação e consumo tratadas do ponto de vista dos estudos de linguagem. A importância da mediação da linguagem no campo da comunicação. A instituição dos sentidos dos signos e a constituição da consciência. A palavra no campo da comunicação. Linguagem e ação humana. As diferentes abordagens em análise de discurso. As diferentes possibilidades de análise do discurso e das linguagens midiáticas.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

As interfaces comunicação e consumo a partir de contextos históricos, teorias e autores paradigmáticos no marco da pós-modernidade. O ecossistema informacional comunicativo na contemporaneidade. Imagem, espaço e tempo. A sociedade do espetáculo, do pós-espetáculo e a hiperestetização. A crise da cultura de massa. Comunicação, consumo e construção de subjetividades. Estilos de vida, identidade e diferença. Tecnologias do corpo, sensorialidades e experiências cognitivas. Globalização, mundialização da cultura, convergência e transmidialidade. Hibridismos e mestiçagens. Sociedade de redes e cultura digital.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

Disciplinas Optativas

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da Linha – Processos de recepção e contextos socioculturais articulados ao consumo.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Estudos culturais e seu legado teórico. Teorias das mediações na América Latina. Estudos culturais, de recepção e de consumo: convergências. Aportes teóricos críticos para os estudos de recepção. O conceito de recepção e sua operação como parte do processo comunicacional. Significação, representação, ideologia, hegemonia. Cultura popular e identidade. Leituras, interpretações, sujeitos. Multiculturalismo e conflito simbólico. Recepção, usos e apropriações. Contextos e ambiências da recepção. O cotidiano e as articulações entre o público e o privado. Codificação e decodificação. As relações consumo/consumidor e recepção/ receptor.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Estética, mídia e simbolização. As múltiplas interfaces entre experiência estética, cultura de massa e cultura midiática. A história da relação entre arte, cultura de massa, cultura das mídias e consumo. As manifestações artísticas e as produções audiovisuais próprias da sociedade do consumo. Experiência estética, processos comunicacionais e novas tendências de consumo. O conceito de consumo midiático. O consumo e os regimes imaginários contemporâneos. Novos sensórios. Lógicas do entretenimento. A estetização do capital e o debate do fetichismo.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da Linha – Lógicas de produção e estratégias midiáticas articulada ao consumo.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Contexto histórico da economia política. Noções gerais sobre economia política. Economia política na contemporaneidade. Economia e poder político. Relação capital/ força de trabalho. Sistemas de produção e circulação de mercadoria (material e simbólica). Globalização, economia política e comunicação. Conceitos de economia simbólica. Economia política da mídia. Capitalismo cognitivo, indústrias criativas e acumulação flexível. Capitalismo imaterial, subjetividade e biopolítica.

Créditos: 2
Carga-horária: 30

Breve histórico do conceito de ética. Concepções contemporâneas de ética. Ética e comunicação social. Ética, discursos midiáticos e estratégias corporativas. Ética e estratégias mercadológicas. Comunicação empresarial, comunicação persuasiva e códigos de ética. Lógicas da produção e condutas estratégicas. Ética e meio ambiente. Ética, cidadania e inclusão social.

Créditos: 4
Carga-horária: 60

Grupos de Pesquisa

Através dos grupos de pesquisa, é possível consultar as investigações realizadas pelos professores e alunos do PPGCOM-ESPM sobre Comunicação e Consumo.

Deslocar

Interculturalidade, Cidadania, Comunicação e Consumo

Líder

Denise Cogo

O grupo de pesquisa “Interculturalidade, cidadania, comunicação e consumo”, sediado no Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo da ESPM-SP, desenvolve pesquisas em torno das interfaces entre interculturalidade, cidadania, comunicação e consumo, a partir de duas linhas de abordagem e atuação de seus integrantes: Migrações transnacionais, redes sociomunicacionais e consumo e Mobilidades, relações de gênero, comunicação e consumo.

História, Comunicação e Consumo

Líder

Eliza Casadei

História, Comunicação e Consumo é um grupo de pesquisa cujos membros têm como objeto de estudo comum a pesquisa das relações entre as políticas de visibilidade e os imaginários de consumo através de suas estruturações narrativas, estéticas e retóricas sob uma perspectiva histórica. Assim, o objetivo do presente grupo de pesquisa é esquematizar aspectos de uma história das visualidades do consumo em diferentes produtos midiáticos a partir do mapeamento de elementos estéticos utilizados em cada época histórica. A partir de uma metodologia que combina a análise retórica e narrativa dos elementos de composição (tanto imagéticos quanto textuais) mais comumente utilizados em cada tempo histórico em diferentes produtos midiáticos, bem como a mudança que tais elementos sofreram ao longo do tempo, o objetivo do presente grupo de pesquisa é investigar como certas estilísticas mediaram determinados imaginários de consumo em diferentes períodos, ligados a campos discursivos relacionados a projetos de felicidade, de futuro e de bem viver.

GRUSCCO

Subjetividade, Comunicação e Consumo

Líder

Gisela Castro

Este grupo de pesquisa cadastrado no CNPq e vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação da ESPM, São Paulo, iniciou suas atividades em março de 2015. Dentre seus objetivos está a consolidação de parcerias nacionais e internacionais que viabilizem a participação deste grupo junto a editais públicos de fomento à pesquisa. Enquanto se dedicam a leituras e discussões sobre temáticas relacionadas aos diversos modos de imbricação da comunicação e do consumo na produção de subjetividades no contemporâneo, seus pesquisadores promovem reflexões que visam constituir o arcabouço teórico-conceitual que alicerça seus projetos individuais de pesquisa – nos quais se incluem três doutorados, quatro mestrados e um projeto final de Graduação em andamento – bem como outras produções elaboradas conjuntamente em caráter colaborativo.

Comunicação, Consumo e Arte

Líder

João Carrascoza

Nas últimas décadas, a concepção de consumo – para muitos apenas um ato de aquisição de mercadorias – se ampliou a partir das reflexões de estudiosos de distintas áreas, como antropólogos (Canclini, McCracken, Douglas e Isherwood), sociólogos (Slater, Silverstone, Bourdieu) e teóricos culturais (Williams, Hall), além de pesquisadores de comunicação, entre outros.

GPECC

Ética, Comunicação e Consumo

Líder

Luiz Peres-Neto

Somos um grupo de pesquisa das ciências da comunicação vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Práticas de Consumo da ESPM (SP).

O GPECC visa o estudo de questões éticas que permeiam o fenômeno do consumo a partir do campo da comunicação. Estruturado a partir de uma perspectiva multidisciplinar, este grupo de pesquisa pretende problematizar as questões éticas em suas vertentes teleológicas, deontológicas e da alteridade presentes nas  práticas de consumo.

Assume-se que o campo da comunicação oferece um locus privilegiado para tal estudo uma vez que os processos e meios de comunicação são parte indissociável da contemporaneidade.

Comunicação,Educação e Consumo: As Interfaces na Teleficção

Líder

Maria Aparecida Baccega

Este grupo objetiva tratar da incorporação das reflexões sobre comunicação/consumo às conquistas teórico-práticas do campo comunicação/educação.

CICO

Comunicação, Consumo e Identidades Socioculturais

Líder

Marcia Perencin Tondato

Os estudos desenvolvidos no GP Comunicação, consumo e identidades socioculturais – CiCO partem da reflexão sobre a intersecção comunicação-consumo pensada no contexto da constituição das identidades no âmbito da interação social no ambiente urbano e relações com o universo midiático. O interesse é buscar respostas a partir da cultura com ênfase no simbólico e no imaginário socioculturais. Avaliar a significação das ações, objetos e expressões em relação a contextos e processos historicamente específicos e socialmente estruturados dentro dos quais, e por meio dos quais, são produzidas, transmitidas e recebidas as formas simbólicas, fundamentando as descobertas na relação com a vida na metrópole da modernidade tardia, onde a velocidade, a fragmentação e a (in)visibilidade são a tônica. Em contextos em que o trabalhador é transformado em consumidor de necessidades básicas, de novas mercadorias e de ideias-mercadorias, para oque os meios de comunicação têm cada vez mais função primordial, em cenários caraterizados pelo uso dos bens de consumo na especificação das relações sociais, exigindo que o consumo seja trabalhado além dos limites das práticas comerciais, ampliado para dimensões de inserção cidadã e diferenciação social.

Juvenália

Culturas Juvenis: Comunicação, Política e Consumo

Líder

Rose de Melo Rocha

O Grupo, recém-constituído (março de 2015), objetiva elaborar, em médio prazo, projeto temático coletivo, capaz de agregar as diferentes competências e áreas de atuação de seus vários integrantes e nos colocar em condição de competir junto a editais públicos de fomento à pesquisa. Atualmente, seus pesquisadores desenvolvem os seguintes projetos individuais: uma bolsa produtividade em pesquisa do CNPq, dois pós-doutorados (Fapesp e Capes), dois doutorados (Prosup) e um mestrado (Prosup) em andamento.

MNEMON

Memória, Comunicação e Consumo

Líder

Mônica Rebeca Nunes

A cada conquista técnica, a memória se expandiu para além do corpo humano esgarçando os frágeis limites entre natureza e cultura. A passagem da memória oral às memórias geradas pelas produções escritas, impressas, audiovisuais e digitais instaurou modos específicos de registrar, codificar, conservar, lembrar, transmitir e produzir memórias, demonstrando seu caráter processual e comunicativo.

Comunicação, Discursos e Biopolíticas do Consumo

Líder

Tânia Hoff

O Grupo “Comunicação, discursos e biopolíticas do consumo”, certificado pelo CNPq no início de 2015, coordenado pela Profa. Dra. Tânia Hoff, é composto por: um bacharel, quatro mestrandos (três bolsas CAPES Taxa e uma Institucional), dois mestres, três doutorandos (duas bolsas CAPES Integral e uma Institucional) e dois pós-doutorandos.

Projetos

Os professores do PPGCOM-ESPM desenvolvem diversos projetos pesquisas, cujos principais estão listados abaixo:

Comunicação, consumo e cidadania das migrações transnacionais: ativismos e usos da internet por haitianos e haitianas no Brasil


responsável Profa. Dra. Denise Cogo

Cartografias do medo na imprensa e as masculinidades: convocações da virilidade no jornalismo e seus universos de consumo


responsável Profa. Dra. Eliza Bachega Casadei

Mídia, consumo e envelhecimento na contemporaneidade – parte 3 – os velhos na publicidade


responsável Profa. Dra. Gisela Grangeiro da Silva Castro

O consumo e o ensino da publicidade por meio de obras literárias


responsável Prof. Dr. João Luís Anzanello Carrascoza

Questões éticas das políticas de privacidade digital: liberdade de expressão e práticas de vigilância analisadas a partir do campo da comunicação e do consumo


responsável Prof. Dr. Luiz Peres Neto

O real imaginado e o real construído: relações dialógicas entre mundos diegéticos da ficção seriada televisiva e processos de recepção da supersérie ‘Onde nascem os fortes’


responsável Profa. Dra. Marcia Perencin Tondato

Representações de cotidiano e sentidos de educação e consumo: um estudo da narrativa e da recepção de uma produção de teleficção brasileira


responsável Profa. Dra. Maria Aparecida Baccega

Teatralidade steampunk e processos explosivos: produção de memórias, consumos e textos culturais midiáticos


responsável Profa. Dra. Mônica Rebecca Ferrari Nunes

Artivismo musical de gêneroem São Paulo: dinâmicas de comunicação, contextos de consumo, políticas de apresentação e audiovisibilidade em um pop encarnado e translocal


responsável Profa. Dra. Rose de Melo Rocha

Convocações midiáticas para a gestão do corpo: da biopolítica às biossociabilidades do consumo


Tania Marcia Cezar Hoff

Para informações sobre outras pesquisas desenvolvidas pelo corpo docente, consulte o currículo Lattes dos professores.

OUTRAS AÇÕES

Cátedras

Mídias de Imigrantes de São Paulo

Revista Comunicação, Mídia e Consumo

Cooperação Nacional e Internacional

Memorial do Consumo