Financiamentos Obtidos Públicos e Privados
Home Administração

Financiamentos obtidos públicos e privados

Dois docentes (Eduardo Spers e Felipe Borini) são bolsistas da modalidade Produtividade em pesquisa, nível 2/CNPq. Nota-se que ambos lograram êxito na renovação de seu contrato de bolsa produtividade desde março de 2016.

 

No ano de 2018, 33% do NDP obtiveram algum tipo de financiamento/auxílio/bolsa que estão listados a seguir com os respectivos valores recebidos.

  • PROF. EDUARDO SPERS – Recebeu como Bolsista de Produtividade CNPq o valor de R$13.200,00 destinado para fins de pesquisa.
  • PROF. FELIPE BORINI – Recebeu como Bolsista de Produtividade CNPq o valor de R$13.200,00 destinado para fins de pesquisa.
  • Chamada MCTIC/CNPQ/FINEP Nº 06/2018 – Auxílio à Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos e/ou de Inovação, para a realização na ESPM do 16th SGBED Conference em 2019. O valor do auxílio obtido é de R$ 20.000,00.
  • PROF. MARIO OGASAVARA – Recebeu auxílio referente a Edital da FAPESP – BRITISH COUNCIL RESEARCHER CONNECT no valor de R$ 12.121,50. Além disso, recebeu Auxílio para participação em Congresso Internacional da FAPESP – “Participação em Reunião Científica ou Tecnológica”, Processo No. 2018/05414-1, no valor de R$ 9.386,50. Por fim, em 2018 teve aprovado pedido de auxílio financeiro para realizar, no ano de 2019, um evento científico internacional na cidade de São Paulo, sediado na ESPM 16th SGBED Conference): Edital ‘Eventos Científicos no âmbito do Programa de Apoio a Eventos no País – PAEP’, No. 29/2018, no valor de R$ 39.000,00.
  • PROF. MATEUS PONCHIO – Teve aprovado projeto de pesquisa regular, com início de execução em 1º de abril de 2018 e duração de 24 meses, com financiamento da FAPESP: Processo 2017/16659-2, no valor de R$ 33.710,00; o título desse projeto de pesquisa é “A influência da alfabetização financeira, do materialismo e da orientação temporal sobre o bem-estar financeiro dos indivíduos”. Além disso, continuou a execução do financiamento do CNPq relacionado ao projeto “O Efeito do Desconto na Intenção de Compra a Prazo e a Moderação da Educação Financeira e do Materialismo” no valor de R$ 54.000,00.

FINANCIAMENTO CONCEDIDO AOS DISCENTES

Bolsas de Estudo interno e externo

Em relação aos financiamentos internos destacam-se dois tipos de bolsas concedidas pela ESPM que totalizam o valor de R$ 553.519,20, sendo:

  • Bolsa institucional ESPM – destinada a funcionários e professores da instituição. Foram agraciados 13 discentes no valor de R$ 396.408,00;
  • Bolsa Social – descontos parciais ou integrais de mensalidades. Foram 11 discentes num total de concessão de R$ 157.111,20.
  • Em relação aos financiamentos externos (bolsas de agências de fomento), há a concessão de bolsas do PROSUP CAPES (integral e taxa). Porém, nota-se que há uma contrapartida da ESPM nesta concessão de bolsas (Bolsa Contrapartida PROSUP), ou seja, valores que a instituição assume como isenção total da mensalidade. Com isso, foram concedidas 23 bolsas para discentes, totalizando um valor de renúncia de recebimento de mensalidades na ordem de R$ 567.720,00.
  • Além disso, destaca-se que desde 2016 o PPGA passou a receber seu segundo bolsista pós-doutorado com bolsa da CAPES. Trata-se de Renata Fernandes Galhanone, que tem como supervisora a profa. Thelma Valéria Rocha. A bolsa de Renata é oriunda do Programa Nacional de Pós-Doutorado(PNPD)/Capes e teve a vigência de 1º/10/2016 a 30/9/2018 no valor de R$98.400,00 (bolsa de manutenção). Em outubro de 2018 iniciaram as atividades do bolsista Aurio Leocádio da Silva com esta mesma bolsa de PNPD/CAPES.
  • Em 2018, 89% dos discentes do mestrado e doutorado possuem alguma bolsa de estudo integral (72%) ou parcial (17%) para realizar os estudos no PPGA. A soma dos valores assumidos pela ESPM (financiamento interno e externo) totaliza o valor de R$ 1.121.239,20, o que demonstra o forte comprometimento da ESPM com a formação de recursos humanos pós-graduação brasileira.
Translate