Transgeneridade, mídia e consumo
Home Dissertações

Transgeneridade, mídia e consumo

Transgeneridade, mídia e consumo : Um estudo de caso das visibilidades midiáticas de Laerte Coutinho

Hadriel Geovani da Silva Theodoro

Orientador(a): Denise Maria Cogo

Na perspectiva de contribuir para reflexões e práticas sociais sobre as políticas de visibilidade midiática e a cidadania das pessoas transgêneras, a presente dissertação articula os estudos de gênero e sexualidade, comunicação, mídia e consumo. O objetivo principal é analisar as visibilidades midiáticas das pessoas transgêneras no contexto da sociedade de consumo contemporânea, a partir de um estudo de caso das vivências de Laerte Coutinho, cartunista e ativista de renome nacional. O aporte teórico se pauta em autoras e autores da teoria queer, dos estudos culturais, das teorias da mídia e do consumo. A metodologia da pesquisa, de caráter qualitativo, está fundamentada na análise de um corpus formado por oito materiais midiáticos, além de uma entrevista realizada com Laerte e de uma observação de sua página pessoal no site de rede social Facebook. Os resultados da análise apontam para a manutenção de enquadramentos estereotipados ou mesmo preconceituosos no que concerne às visibilidades a transgeneridade de Laerte, principalmente nas mídias tradicionais. Em relação às mídias contrahegemônicas ou alternativas e aos espaços das redes sociais, especialmente o perfil do cartunista no Facebook, esses enquadramentos são mais favoráveis a uma política de visibilidade da transgeneridade. O percurso da análise aponta, por fim, às dificuldades e limites de constituição de políticas de visibilidade midiática da transgeneridade que promovam um efetivo deslocamento dos binarismos de gênero em nossa sociedade e cultura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *