Transferência reversa de conhecimento em multinacionais estrangeiras no Brasil
Home Dissertações

Transferência reversa de conhecimento em multinacionais estrangeiras no Brasil

Transferência reversa de conhecimento em multinacionais estrangeiras no Brasil : Uma Análise Multidimensional

Maria Lucia Righetti Cantoni

Orientador(a): Thelma Rocha

Este trabalho investiga o fenômeno da transferência reversa de conhecimento em subsidiárias com uma abordagem multidimensional. O objetivo principal é verificar de modo empírico se as estratégias e ações de marketing, a autonomia e a integração de marketing influenciam na transferência reversa de conhecimento em multinacionais estrangerias no Brasil. Como controle verifica-se se o tempo de experiência internacional e o tipo de indústria influenciam na transferência reversa de conhecimento. Para testar as hipóteses apresenta-se uma survey com gestores de 104 subsidiárias de multinacionais estrangeiras localizadas no Brasil. Os dados foram analisados por meio de regressão linear múltipla e análise de conglomerados. Para aprofundar as análises, a parte empírica inclui também pesquisa qualitativa exploratória realizada por meio de estudo de caso múltiplo realizada com três subsidiárias de multinacionais estrangeiras. Os resultados em ambas pesquisas empíricas demostram que inovação de produto e a integração entre subsidiária e matriz possuem efeito positivo na transferência reversa de  conhecimento. No que se refere a paradoxo acadêmico, este estudo contribui sustentando a visão de autores e refutando outras óticas teóricas, como Rugman (2009), Narula (2006), Dunning (1988) e Dunning e Narula (1996) e Ghauri et al (2016) e Yip (1995). Gerencialmente, este trabalho aprofunda os fatores que determinam a transferência reversa de conhecimentos, o desenvolvimento de inovações e a alta integração com a matriz. Expondo aos gestores a importância de gerir a comunicação com a matriz e investir em recursos humanos com criatividade e capacidade de inovação. Ainda, ficou evidente que as operações de marketing de multinacionais estrangeiras no país são desenvolvidas de forma dividida entre matriz e subsidiária. Espera- se com os resultados contribuir para a extensão da literatura de marketing internacional e para uma melhor compreensão acerca do fenômeno  transferência reversa de conhecimento no contexto brasileiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *