Snapdoc

Snapdoc : Usos do Snapchat na cobertura das eleições municipais de São Paulo pelo UOL

Cleber Stevani

Orientador(a): Renato Essenfelder

O Snapchat é uma rede social de vídeo e suas principais características são o formato vertical, perpetuado pelo aplicativo devido à exclusividade operacional em smartphones e aparelhos de celulares, e a efemeridade do conteúdo, no que foi pioneiro. A plataforma surgiu em 2011 com o propósito de fazer vídeos com linguagem simples e divertida. Os emojis são muito populares nela, e fundamentais para complementar a comunicação entre os usuários – na maior parte, jovens da chamada geração Y, ou “millennials”. Com o crescimento do Snapchat nos últimos anos, empresas jornalísticas investiram no aplicativo para levar informação e engajar esse público para suas respectivas plataformas, particularmente, nos Estados Unidos. No Brasil, o portal UOL é o veículo jornalístico que mais consistentemente produz conteúdo para Snapchat. Diante desse panorama, o presente estudo traz uma análise sobre o uso do Snapchat na cobertura das eleições municipais de São Paulo em 2016 pelo UOL. A pesquisa mapeia e analisa os usos que o portal fez do Snapchat na ocasião e usa esses dados para subsidiar a produção de um mini documentário sobre as potencialidades do Snapchat para o jornalismo na era digital. Após um levantamento bibliográfico, entrevistas e análise de conteúdo compreendemos que o Snapchat é um aplicativo que tem sido de pouco aproveitamento pela imprensa brasileira e produzimos um mini documentário de nove minutos sobre o tema, no formato do Snapchat.