Quem pensa no futuro poupa mais?
Home Dissertações

Quem pensa no futuro poupa mais?

Quem pensa no futuro poupa mais?

Quem pensa no futuro poupa mais? O papel mediador do reconhecimento financeiro na relação entre orientação para o futuro e segurança financeira pessoal

Virginia Nicolau Gonçalves

Orientador(a): Mateus Canniatti Ponchio

Poupar é um comportamento que contribui para formar segurança financeira. No entanto, baixos índices de poupança caracterizam diversas sociedades, em particular a brasileira, e estão associados à vulnerabilidade financeira. Escolhas entre poupar e gastar são influenciadas tanto por características econômicas quanto psicográficas. Nesse contexto, este estudo tem como objetivo principal avaliar a relação entre conhecimento financeiro e a orientação para o futuro no nível de segurança financeira pessoal. Adicionalmente, o estudo avalia se o conhecimento financeiro é uma variável mediadora da relação entre orientação para o futuro e segurança financeira. Para isso foi realizada uma survey online com 378 participantes com idades entre 25 e 50 anos. A análise do modelo de mediação revelou que, quanto maior a orientação para o futuro, maior o interesse pelo conhecimento financeiro e maior a segurança financeira. Em linhas gerais, o estudo concluiu que a orientação no tempo interfere no comportamento de poupança dos indivíduos e aumenta a propensão de busca por conhecimento financeiro. Tais resultados são relevantes para a criação de programas de educação financeira de instituições públicas e privadas, uma vez que evidenciam a importância de se conscientizar as pessoas sobre a orientação para o futuro previamente à exposição a conteúdos de educação financeira. São ainda oferecidas implicações para acadêmicos, gestores e formadores de políticas públicas, bem como possibilidades para pesquisas futuras.