O uso da marca país na comunicação de empresas brasileiras no exterior
Home Dissertações

O uso da marca país na comunicação de empresas brasileiras no exterior

O uso da marca país na comunicação de empresas brasileiras no exterior

Nádia Cristina Rodrigues Nunes

Orientador(a): Vivian Iara Strehlau

Este estudo tem por objetivo identificar a utilização dos elementos constituintes da marca país nos esforços de comunicação de empresas brasileiras internacionalizadas. Busca-se examinar se há indústrias que evitam a utilização destes elementos e outras que os utilizam como diferencial em relação aos competidores. Como metodologia para atingir o objetivo proposto, utiliza-se uma pesquisa qualitativa para avaliação da comunicação no exterior, por meio de websites internacionais, de diversas empresas  brasileiras que efetuaram seus processos de internacionalização. Foram coletadas imagens nos websites internacionais das empresas pesquisadas, sendo que o tratamento e análise dos dados foram realizados por meio de análise de conteúdo e análise semiótica. Os resultados da pesquisa de campo apontaram que muitas empresas brasileiras que atuam no exterior não possuem websites nos países nos quais atuam. As empresas que desenvolveram websites internacionais utilizaram os elementos da marca país, em relação ao Brasil, porém numa proporção e frequência distintas em relação ao estudo sobre marca país adotado para a pesquisa. Outros resultados foram percebidos no que diz respeito às indústrias que utilizam os elementos da marca país. Foram percebidas indústrias com maior propensão a utilizar estes elementos e outras que evitaram a utilização dos elementos da marca país. Não foi possível estabelecer com clareza, por meio do estudo, se as empresas brasileiras utilizam, de forma consciente, os elementos da marca país como um fator de diferenciação frente a seus concorrentes nos mercados internacionais. Os resultados da pesquisa, no entanto, não poderiam ser generalizados, pois não foram pesquisadas todas as empresas brasileiras internacionalizadas, sendo que estudos futuros poderiam ampliar o escopo desta pesquisa. Porém, os resultados apontam tendências de utilização dos elementos constitutivos da marca país, que podem proporcionar aos gestores de empresas brasileiras, que já atuam ou que venham a atuar no exterior, um diferencial em relação aos competidores internacionais.