O papel da internalização na inovação das industrias de alta tecnologia em países emergentes
Home Dissertações

O papel da internalização na inovação das industrias de alta tecnologia em países emergentes

O papel da internalização na inovação das industrias de alta tecnologia em países emergentes: O Caso da Embraer

Antonio Carlos Lima

Orientador(a): Marcos Amatucci

A competitividade internacional tornou a inovação tecnológica um dos fatores essenciais para o fortalecimento, desenvolvimento e projeção das organizações multinacionais. No contexto internacional, a inovação tecnológica  ganha contornos únicos na exploração de diferenciais competitivos, o que representa significativo impacto na gestão empresarial. Quanto maior o incremento inovador, maiores são as necessidades em dispor de capital, pessoal  especializado de alto nível, diversificação e técnicas apuradas, além dos riscos e custos que precisam ser aceitos. Para sobreviver e expandir, a transferência de conhecimento internacional ganhou destaque na consolidação da vantagem competitiva das empresas multinacionais, uma vez que a inovação está atrelada à capacidade empresarial de se auto-reiventar. O modelo usual de transferência de conhecimento está centrado no processo matriz -subsidiária.  No entanto, a importância estratégica da subsidiária tem crescido significativamente nos últimos anos, não apenas na geração de lucro, mas principalmente na sua capacidade de contribuir ativamente no incremento de vantagem competitiva. Este trabalho busca investigar qual o papel da internacionalização das empresas  na incorporação de inovação, por intermédio das suas subsidiárias no exterior. Para isto, foi aplicado uma metodologia de pesquisa qualitativa, com estudo de caso único, tendo como estudo, a empresa EMBRAER, onde se busca compreender a importância de se aventurar além-fronteiras para aquisição e ou aprendizado da inovação na consolidação de seu posicionamento nacional e internacional.