O impacto das distâncias institucionais na sobrevivência de subsidiárias estrangeiras.
Home Dissertações

O impacto das distâncias institucionais na sobrevivência de subsidiárias estrangeiras.

O impacto das distâncias institucionais na sobrevivência de subsidiárias estrangeiras.

Fábio Cássio De Souza

Orientador(a): Mário Henrique Ogasavara

A sobrevivência da subsidiária é importante indicador de sucesso de investimentos estrangeiros. Diversos estudos concentram esforços no exame da sobrevivência. A abordagem institucional surge como uma alternativa de investigação do tema. No entanto, são geralmente restritos a poucas distâncias institucionais nacionais. Esta investigação tem o intuito de contribuir para a literatura ao examinar o impacto de nove distâncias institucionais (DI) na sobrevivência da subsidiária em continente diferente da matriz. Além disto, investiga a experiência local e seu efeito moderador na redução das distâncias institucionais nacionais. As hipóteses foram testadas em 1.650 observações de subsidiárias em 36 países, em estudo longitudinal no período  de 2007-2014.  A Taxa de Risco (hazard ratio) foi implementada com a Regressão Cox para a execução. Os modelos indicaram efetividade com alto grau de significância. Os resultados sugerem que as DI nacionais impactam significativamente  na sobrevivência. Entre as nove DI examinadas, seis evidenciam o risco à sobrevivência relacionados aos aspectos administrativos, demográficos, políticos, conhecimento, global e cultural. A experiência local  também  desempenha papel relevante para a continuidade, entretanto, não é capaz de moderar as DI para a sobrevivência da subsidiária. Espera-se que estas evidências possam fornecer importantes informações para o processo estratégico e contribuir para o sucesso e sobrevivência das operações internacionais.