O Conceito de família na telenovela
Home Dissertações

O Conceito de família na telenovela

O Conceito de família na telenovela: Um estudo sobre sua recepção

Camilla Rodrigues Netto da Costa Rocha

Orientador(a): Maria Aparecida Baccega

O campo da Comunicação nos permite um olhar atento para aquilo que de comunicativo é feita a cultura. A presente pesquisa parte da constituição das narrativas midiáticas de gênero ficcional quando apresenta um debate em torno da família homoafetiva, para investigar sua presença no seio social. Isso porque intenta compreender, para além da construção desse conceito na telenovela, a recepção do mesmo por parte dos estudantes do Ensino Médio, ou seja, quais são os usos e apropriações dos estudantes do 1º e do 3º anos do Ensino Médio de Escolas Públicas Estaduais, no que se refere à articulação das famílias homoafetivas esboçadas nas telenovelas Amor à Vida e Em Família. Para tanto, com o intuito de compreender as significações e ressignificações dos enunciadores e enunciatários, nos valemos dos aportes teórico-metodológicos da Análise de Discurso de Linha Francesa (ADF) a partir de autores como Orlandi, Bakhtin, Baccega, Gregolin, entre outros. Em um segundo momento, lançamo-nos em pesquisas qualitativas por meio do uso das técnicas de entrevista em profundidade e grupo de discussão junto aos estudantes das Escolas Públicas Estaduais, Professor Rômulo Pero e Jardim Santa Ângela. Além disso, adotamos pesquisas bibliográficas e documentais mobilizando autores como Thompson, Martín-Barbero, Hall e Canclini (Estudos Culturais); Baccega, Kellner, Martín-Barbero (Comunicação); Slater, Baccega, Alonso, Douglas (Consumo), entre outros, com diferentes aportes teóricos. Palavras-chave: Comunicação e práticas de consumo; Comunicação/educação; Televisão e telenovelas; Estudo de Recepção; Família homoafetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *