Memória da roda cultural do Terreirão
Home Dissertações

Memória da roda cultural do Terreirão

Memória da roda cultural do Terreirão: projeto de capacitação visual para registros da memória de um evento do hip hop carioca

Ricardo Pimentel

Orientador(a): Mirella Migliari

Esta pesquisa levantou dados que permitiram a montagem eficaz de um programa de curso de iniciação fotográfica ministrado sobre câmeras instaladas em smartphones, que será oferecido gratuitamente aos participantes
de um dos eventos do movimento Hip Hop carioca, batizado como Roda Cultural do Terreirão, que acontece mensalmente no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste do Rio. O objetivo geral é preservar a memória visual desse evento, através da capacitação de seus participantes pelo referido curso, para que se sintam motivados a participar da produção de um banco de imagens colaborativo, com a melhor qualidade possível, que por sua vez possa ser útil como fonte de pesquisas e de materiais para divulgações artísticas e sociais, para todos os públicos ligados ao citado movimento, especialmente aos que fazem parte de seus pilares artísticos. Em função da originalidade do campo pesquisado, a metodologia adotada necessitou de flexibilidade e sustentou-se sobre características de pesquisas etnográficas e de pesquisa ação, sem mergulhar integralmente nas duas e se iniciou pela imersão do pesquisador na área de recorte, em observações participantes, onde atuou como colaborador fotográfico do referido evento desde sua inauguração, em 2015. Esta etapa orientou a escolha criteriosa de um grupo fixo de colaboradores dentre os frequentadores da Roda e a partir daí foi realizada uma pesquisa de base qualitativa, com entrevistas semi-estruturadas com oito colaboradores selecionados. Os dados levantados foram cruzados com outros obtidos através de pesquisas documentais sobre programas de cursos fotográficos existentes, tanto presenciais quanto online, que serviram para a seleção de conteúdos que foram organizados na montagem de um protótipo de programa, que posteriormente foi colocado à prova pelo mesmo grupo anterior, atuando neste momento como grupo de testes, numa simulação da primeira aula do curso, devidamente documentada a fim de servir como roteiro de correções de rumos. Este projeto se insere na linha de design da educação, dentro do escopo da economia criativa e tal qual seu movimento inspirador pretende oferecer educação com arte, para que de uma forma criativa e motivadora venha somar-se ao extraordinário potencial criativo que o mesmo já detém, no sentido de produzir a memória de um movimento de cultura jovem de rua, que registre seu passado apontando ao seu futuro.