Sobre o Programa
Home Jornalismo e Mercado

Sobre o Programa

Gerenciar processos de produção e de inovação

O curso de Mestrado Profissional, Produção Jornalística e Mercado (MPPJM) da ESPM tem como objetivo habilitar profissionais para gerenciar processos de produção e de inovação, visando a atender às demandas das organizações públicas, privadas e da sociedade civil.

O egresso do Mestrado Profissional, Produção Jornalística e Mercado (MPPJM) deverá, ao término do programa, estar apto a:

  • Exercitar e defender o jornalismo ético, responsável e orientado ao interesse social;
  • Compreender e atender as demandas da sociedade contemporânea, marcada pela interatividade e transmutação dos papeis dos sujeitos envolvidos nos processos comunicacionais;
  • Inovar processos e procedimentos no jornalismo de forma a colaborar com as organizações públicas e privadas e com a sociedade civil;
  • Propor soluções e modelos aplicáveis a empreendimentos jornalísticos, com vista a qualificar a gestão no campo da comunicação;
  • Desenvolver processos de criação e explorar novas possibilidades de distribuição e circulação de conteúdos jornalísticos;
  • Produzir conteúdos inovadores em jornalismo, tendo em vista as demandas contemporâneas em um contexto de constante mutação tecnológica;
  • Aplicar metodologias, instrumentos e técnicas com o objetivo de gerar conhecimento e produtos na área;
  • Empreender considerando a proposição de modelos de negócios próprios e/ou de serviços em jornalismo para outras empresas e para a sociedade.

Linhas de Pesquisa

Lógicas e Modelos de Gestão em Jornalismo

Essa linha de pesquisa estuda e analisa as alterações no mercado, como os novos modelos de negócios em jornalismo, tendo em vista a emergência de empreendimentos sustentáveis economicamente. Considera a diversificação do valor comercial da notícia, o consumo da informação por uma audiência ativa e inserida na ambiência das tecnologias digitais e os consequentes impactos nos processos de gestão. Compreende estudos e práticas voltados às novas atribuições e atuações do profissional no cenário jornalístico em constante mutação.

Coordenação: Profs. Dr. Maria Elizabete Antonioli e Cristina Helena Pinto de Melo

Produção de Conteúdo

Essa linha de pesquisa estuda e desenvolve a produção de conteúdos inovadores em jornalismo, alinhados ao cenário midiático e comunicacional contemporâneo. Prevê dinâmicas narrativas em múltiplas plataformas e a utilização de ferramentas tecnológicas que forneçam suporte à apuração, produção e edição jornalística. Compreende a análise de métodos e práticas para a elaboração de produtos em um ecossistema informacional complexo.

Coordenação: Profs. Dr. Maria Elizabete Antonioli e Cristina Helena Pinto de Melo

Área de Concentração

O mestrado profissional em Jornalismo da ESPM tem como área de concentração as produções jornalísticas e os perfis de empreendimentos e de profissionais demandados pelo atual cenário comunicacional. Envolve questões conceituais e aplicadas aos processos inovadores em jornalismo e às mudanças estruturais na produção e no mercado de trabalho. Diante da fragilização da cadeia produtiva das empresas jornalísticas, busca responder quais são os modelos de negócios viáveis que garantam os princípios do jornalismo em atendimento ao interesse público. 

Disciplinas do Curso

Disciplinas Obrigatórias

Ética, moral e deontologia; problemas éticos no jornalismo contemporâneo; estudos críticos e reflexivos sobre os conceitos de ética aplicados à especificidade do jornalismo; casos paradigmáticos de dilema e conflitos éticos no cotidiano do profissional; jornalismo, direito à informação e interesse público; o profissional e o conflito de interesses com as empresas jornalísticas e com as fontes.

Objetivos

Levar o estudante a refletir sobre a importância da conduta ética do jornalista, tendo em vista seu papel na sociedade e o direito à informação. Fornecer subsídios para que o estudante aprofunde a compreensão da ética, da moral e da deontologia e tenha condições de aplicá-las à especificidade do jornalismo. Capacitá-lo a diagnosticar dilemas e conflitos éticos e a tomar decisões tanto no plano empresarial como no relacionamento com fontes, colegas e o público em geral, tendo sempre em vista a perspectiva ética de suas ações.

A construção do pensamento científico e a produção de conhecimento; métodos e técnicas de pesquisa em jornalismo; o objeto da pesquisa; o estudo das diferentes perspectivas metodológicas em seus aspectos epistemológicos, teóricos e técnicos; técnicas de coleta e análise de dados. Processo de elaboração de um projeto de pesquisa e técnicas de redação; relatório de pesquisa.

Objetivos

Proporcionar ao estudante o aprofundamento da compreensão dos processos de pesquisa aplicáveis ao jornalismo, suas sutilezas, diversidades, possibilidades e desafios. Levá-lo ao correto entendimento dos elementos da pesquisa, seus métodos e as técnicas. Fornecer subsídios para que ele possa aplicar com competência os instrumentos de coleta de dados qualitativos e quantitativos em pesquisa social. Orientá-lo a elaborar um projeto e um relatório de pesquisa stricto sensu.

As correntes teóricas de estudo do jornalismo no século XX: limites e  pertinências no século XXI. Os fundamentos do jornalismo contemporâneo: os processos de produção noticiosa sob a perspectiva ideológica, organizacional e tecnológica. As mutações no jornalismo: reflexões sobre a emergência de novos fatores na construção da notícia e no exercício da profissão.

Objetivos

Possibilitar ao estudante compreender e refletir sobre a atuação do jornalista no processo de produção da notícia em contextos sociais e comunicacionais contemporâneos. Propor problematizações que possam conduzi-lo à busca de conhecimento pertinente aos processos jornalísticos emergentes. Relacionar as teorias do jornalismo desenvolvidas no século XX ao status contemporâneo da produção noticiosa.

Disciplinas Eletivas

Linha Lógicas e Modelos de Gestão em Jornalismo

A inovação tecnológica e suas implicações nas empresas de comunicação e na sociedade. Os conteúdos jornalísticos como produtos inovadores e de qualidade; o desenvolvimento e a adaptação das notícias em diferentes fluxos e ambientes midiáticos; o conceito de disrupção como criador de novas demandas e redes de conexão no jornalismo; a aplicação do negócio social e das dimensões inovadoras disruptivas como estratégias digitais na gestão das empresas jornalísticas.

Objetivos

Proporcionar ao estudante estudos e experiências de ruptura, inovação e criatividade no jornalismo, para que ele compreenda novas dinâmicas e formas em meios e plataformas comunicacionais. Possibilitar ao estudante a análise das potencialidades do negócio social e a reflexão sobre o uso da tecnologia como agentes geradores de disrupções para o estabelecimento de estratégias digitais criativas, agregadoras de novos desafios, valores e parcerias.

Os desafios do jornalismo na era da convergência digital; a atuação do profissional e os processos jornalísticos em diferentes canais de comunicação e plataformas como estratégias de gestão e engajamento de público na elaboração de novos modelos de negócios e de produção de conteúdos; a convergência do jornalismo tradicional com os meios digitais; o potencial jornalístico nas mídias sociais e nos canais de produção e distribuição on-line. Interatividade e participação no contexto de convergência.

Objetivos

Levar o estudante à compreensão dos processos de convergência digital no jornalismo. Possibilitar ao estudante que estabeleça modelos de negócio e desenvolva estratégias de gestão de conteúdos, além de refletir sobre o potencial jornalístico em diferentes meios e plataformas comunicacionais para a fidelização de audiência e mercado.

Métodos para financiamento de projetos jornalísticos; a criatividade e a inovação para o redesenho de negócios em jornalismo e para a obtenção de recursos financeiros; a economia e a indústria criativas; análise da concepção, produção e aplicação de processos na área. Captação de recursos no jornalismo brasileiro e internacional; estudos de caso em empresas de mercado, sem fins lucrativos, crowdfunding, mídia independente, coletivos,
redes e associações de jornalistas.

Objetivos

Levar o estudante a compreender o surgimento de um novo ecossistema de mídia, o que resulta em novas formas de métodos e ações para o financiamento do jornalismo contemporâneo. Aplicação de conceitos da nova economia, como inovação e criatividade. Criação de estratégias de geração de valor em jornalismo. Estimular os discentes a realizar novas combinações e soluções no jornalismo como negócio e como iniciativa para o bem público.

A identificação do público-alvo contemporâneo e das consequências de sua transformação para a reconfiguração do jornalismo de massa; novas estruturas, formas e práticas de vínculos comunicativos e de fidelização de audiências; atuais instâncias de negociações simbólicas e informativas que tornam o público glocal; o cidadão como receptor e emissor: o prossumidor de notícias; o ambiente digital e as redes para o dialogismo e para a participação.

Objetivos

Apresentar ao estudante as principais características identitárias e o comportamento do público contemporâneo. Levar o estudante a compreender novos processos de comunicação em relação ao cidadão receptor e emissor. Possibilitar ao estudante a assimilação das possibilidades de cooperação, participação e intervenção dos cidadãos no jornalismo atual.

As relações entre os processos de produção, circulação, recirculação e consumo dos produtos jornalísticos; o planejamento da comunicação, os canais de distribuição e os novos cenários de mercado; recirculação e consumo da produção jornalística e sua apropriação pelas redes sociais; a internet como fator de ampliação da recirculação.

Objetivos

Levar o estudante a aprimorar sua compreensão a respeito dos processos de produção, circulação, recirculação e consumo dos produtos jornalísticos. Oferecer elementos para que ele amplie seu entendimento sobre o processo de apropriação dos conteúdos pelas redes sociais, bem como a respeito dos impasses em torno dessa questão.

Tipos de organizações e o empreendimento jornalístico; funções administrativas; papel e habilidades gerenciais; empreendedorismo e inovação; plano de Negócio; modelo Canvas; ferramentas de análise de mercado e competição; análise de viabilidade financeira.

Objetivos

Oferecer ao estudante uma visão objetiva da administração moderna e dos seus atores a fim de capacitá-lo para lidar com os aspectos relativos aos negócios de empreendimentos jornalísticos, bem como para o desenvolvimento de novos empreendimentos que tenham como produto final a produção jornalística.

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da linha “LÓGICAS E MODELOS DE GESTÃO EM
JORNALISMO”.

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da linha “LÓGICAS E MODELOS DE GESTÃO EM JORNALISMO”.

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da linha “LÓGICAS E MODELOS DE GESTÃO EM JORNALISMO”.

Linha Produção de Conteúdo

História, conceitos, estratégias e valores da cibercultura; evolução tecnológica e social da comunicação; comportamento e ética: da microinformática à cultura livre; sociabilidade e redes sociais; organizações jornalísticas e reconfiguração do trabalho; convergência das mídias e dos processos jornalísticos; teorias e teóricos da cibercultura: posicionamento crítico; cibercultura e jornalismo.

Objetivos

Possibilitar ao estudante organização e estruturação de seu pensamento em função da cultura digital, especialmente no que diz respeito ao ambiente jornalístico, facilitando o acesso às tecnologias da informação e da comunicação e sua compreensão, com ênfase ao processo de convergência tecnológica da cibercultura. Habilitar o estudante a atuar em um contexto de
mutação tecnológica constante.

O pensamento complexo aplicado à narrativa jornalística; recursos, tendências e tensões em estruturas narrativas diversas; produção e possibilidades expressivas do jornalismo no contexto contemporâneo; conceitos de linearidade e não linearidade em narrativas multiformes.

Objetivos

Possibilitar ao discente pensar de forma complexa a estrutura de narrativas jornalísticas lineares e não lineares. Propor ao estudante a criação de narrativas em diversos formatos e plataformas de modo a possibilitar a apropriação de recursos inovadores em sua produção diária. Habilitar o estudante a produzir roteiros multimídia, mobilizando diferentes recursos expressivos.

Conceitos, características e tendências no jornalismo multimídia, on-line e em tempo real na era da pós-convergência midiática; a formatação e as ferramentas para a produção e edição de conteúdos em diversas plataformas; experimentações de estrutura dos dispositivos móveis na aplicação jornalística; a captação e a disposição da informação; a reação dos interagentes; a circulação diferenciada em espaços da web como os ambientes digitais oficiais dos veículos, a blogosfera e as redes sociais.

Objetivos

Ao final da disciplina, o estudante deverá estar capacitado a lidar com os dispositivos móveis no webjornalismo. Conhecer e praticar as ferramentas de produção e edição de produtos jornalísticos (multimídia, transmídia e crossmídia) na internet e nos aplicativos. Analisar criticamente a importância e a pertinência de trabalhar o conteúdo com os aparatos do jornalismo digital.

Definição e análise de Produtos Midiáticos Singulares (PMS) e do campo de conhecimento de Mídias, Entretenimento, Design, Informação e Artes (M.E.D.I.A.). Estudo das implicações do M.E.D.I.A. nos processos de criação e de desenvolvimento dos PMS e seus impactos no jornalismo contemporâneo, tais como: tencionamento da ideia de meio a partir da ideia de arranjo midiático; crise nos modelos de negócios em jornalismo, tais como estruturados na cultura de massa, em decorrência da emergência de arranjos midiáticos; a emergência do entretenimento como linguagem no jornalismo; afirmação do design digital como conhecimento fundamental na tradução de gramáticas midiáticas entre meios/arranjos midiáticos; atualização da máxima o meio é a mensagem na expressão, o arranjo midiático é o dado, a partir da relevância de que os dados e a ideia de informação ganham dentro das dinâmicas contemporâneas de comunicação; afirmação das artes visuais como uma arte funcional e necessária no jornalismo e no conjunto de PMS, representando e traduzindo dados para um grande público não especializado.

Objetivos

Possibilitar a compreensão de novas dinâmicas comunicacionais que se apresentam na forma de produtos midiáticos singulares (PMS), assim como do papel do campo de conhecimentos do M.E.D.I.A. no jornalismo contemporâneo; conhecer diversos exemplos, estudar os potenciais econômicos dos PMS e desenvolvê-los dentro do ESPM Media Lab, em diálogo com o The Brown Institute for Media Innovation, da Escola de Jornalismo da Columbia.

A prática do jornalismo audiovisual com reflexão sobre o papel do jornalista nas linguagens
do cinema, como a do documentário, da televisão e das mídias digitais; a construção de produtos transversais e inovadores; reflexão sobre as formas de integração do público leitor/telespectador/produtor na interface não linear das narrativas audiovisuais transmidiáticas.

Objetivos

Oferecer condições para que o estudante analise com propriedade como as linguagens audiovisuais dialogam com as convergências de mídia na produção jornalística. Proporcionar noções da narrativa audiovisual aplicada à TV digital, incluindo os recursos interativos e suas implicações no universo da comunicação. Habilitar o profissional a atuar em equipes multidisciplinares nas fases de pré-produção, produção, pós-produção e transmissão de conteúdos. Permitir a criação de formatos inovadores de conteúdos jornalísticos.

Análise do cenário da exploração de redes sociais e mídias interativas; estratégias para a relevância em conteúdo, associação semântica, busca orgânica, personalização para gerar e aumentar o tráfego; métricas e indicadores para o monitoramento de reputação, fidelidade, buzz, comparação de fluxo; otimização e usabilidade no plano editorial e na arquitetura de produtos digitais para construir relacionamento e engajamento do usuário.

Objetivos

Fornecer elementos para que o estudante faça uma leitura crítica do webjornalismo exercitado nas redes de alta velocidade. Possibilitar que ele tenha condições de analisar a influência linguística das mídias sociais no jornalismo e saber aplicá-las. Levá-lo a compreender e a utilizar as atuais e eficientes técnicas de monitoramento e gerenciamento de contextos relevantes nos ambientes digitais.

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da linha “PRODUÇÃO DE CONTEÚDO”.

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da linha “PRODUÇÃO DE CONTEÚDO”.

Disciplina que contempla diferentes temáticas relacionadas aos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos docentes da linha “LÓGICAS E MODELOS DE GESTÃO EM JORNALISMO”.

Atividades Programadas

As atividades programadas obrigatórias totalizam 60 horas (4 créditos) e deverão ser obtidas por meio de práticas inovadoras, desenvolvidas nas empresas ou nos laboratórios da própria ESPM; palestras de curta duração; minicursos; viagens técnicas e de estudo; participação em eventos científicos; apresentação de trabalhos em congressos ou eventos científicos ou profissionais; workshops; publicação em revistas técnicas profissionais e em publicações científicas e anais de eventos reconhecidos pelos indicadores Qualis.