Investimento direto estrangeiro em infraestrutura de saneamento nos países emergentes
Home Dissertações

Investimento direto estrangeiro em infraestrutura de saneamento nos países emergentes

Investimento direto estrangeiro em infraestrutura de saneamento nos países emergentes

Pedro Augusto Godeguez da Silva

Orientador(a): Frederico Turolla

O investimento direto no setor de saneamento básico é um fenômeno que merece atenção devido às presentes falhas de mercado, e portanto, a regulação por meio das políticas públicas, entre outras variáveis de caráter institucional, nas decisões empresariais. Este trabalho tem como objetivo identificar os determinantes da escolha de países-destino, entre os países emergentes, para investimentos diretos em saneamento básico. Com base no referencial teórico que combina as abordagens econômicas da internacionalização de empresas com a microeconomia da organização industrial, inserindo também elementos da nova economia institucional, foram geradas hipóteses específicas quanto a esses determinantes. Levantam-se as hipóteses de que o investimento direto estrangeiro em saneamento nos países emergentes está relacionado ao nível de desenvolvimento econômico, à infraestrutura existente e a estabilidade institucional influencia a escolha dos países. Para testar as hipóteses, propõe-se uma abordagem econométrica, com a utilização de um modelo de escolha binária (LOGIT) e, para avaliar os efeitos dinâmicos, um modelo de LOGIT em painel. São utilizados dados da base PPI (Private Participation in Infrastructure), do Banco Mundial, além de indicadores econômicos e institucionais selecionados, particularmente índices de ambiente institucional já empregados na literatura de internacionalização de empresas. Espera-se como resultados, além da confirmação das hipóteses propostas, a identificação de pontos em que a teoria tradicional de internacionalização não dá conta da explicação de fenômenos específicos em presença das falhas de mercado típicas do setor de saneamento. A principal contribuição esperada do trabalho diz respeito à adaptação da teoria de negócios internacionais para sua aplicação ao contexto de setores de infraestrutura, em particular de saneamento básico.