Indicadores Intangíveis
Home Dissertações

Indicadores Intangíveis

Indicadores Intangíveis: Motivações para adoção dos fatores ASG às análises de investimento pelos gestores de ativos

Cristine Maria Naum

Orientador(a): Eduardo de Rezende Francisco

Desde meados do século XX, as mudanças climáticas impactam significativamente diversos setores da economia, ao mesmo tempo que escândalos sobre governança corporativa e instabilidades políticas e sociais têm influenciado diretamente o valor das empresas e alterado a forma de se pensar os investimentos. Fatores ambientais, sociais e de governança passam, pois, a ser considerados nas análises de negócios, exigindo engajamento, transparência e novas formas de avaliação de dados. Com o objetivo de identificar as motivações para integração dos fatores Ambientais, Sociais e de Governança (ASG) à análise de investimento, bem como analisar o uso dos dados, a presente pesquisa, através do diálogo com nove atores relacionados ao mercado financeiro e entidades, traz os desafios impostos por esse modelo de avaliação de ativos. Para uma abordagem metodológica exploratória qualitativa, foram realizadas  entrevistas em profundidade com roteiro semiestruturado com novos profissionais de Assets Management que atuam no Brasil e de entidades que se relacionam ao tema. Para o desenvolvimento desse estudo foi necessária a revisão teórica da evolução da sustentabilidade no mercado financeiro, que impõe novos desafios à gestão dos investimentos. De acordo com os resultados desta pesquisa, os principais motivadores para adoção de fatores ASG às análises de investimento são a adoção aos Princípios do Investimento Responsável (PRI) pelas grandes instituições financeiras e Asset Management do país; seguido da percepção de aumento dos riscos financeiros e reputacionais oriundos das  operações das empresas. As fontes de dados utilizadas são diversas, com destaque para os relatórios de sustentabilidade empresariais. No entanto, falta de comparabilidade, confiabilidade, histórico, formato e integração aos resultados das empresas ainda prejudicam o uso das informações por mais entidades. O presente estudo colabora com a adoção de fatores ASG por diversos segmentos do setor financeiro, bem como com a melhoria de gestão das financeiras que já os integraram. Além disso, as empresas poderão compreender melhor a importância da comunicação adequada e qualidade dos dados para os investidores, por meio dos relatórios de sustentabilidade.