Consumo como mediação social
Home Dissertações

Consumo como mediação social

Consumo como mediação social: a comunicação e a articulação entre as práticas e o habitus para o exercício da cidadania

Rita de Cassia Paludetto Fernandes

Orientador(a): Marcia Perencin Tondato

O consumo é um fenômeno cultural da sociedade contemporânea, um espaço de interação, onde são negociados sentidos sociais e políticos. Enquanto campo de pesquisa, o consumo já conquistou relevância nos estudos das ciências sociais aplicadas por sua multidimensionalidade de expressão e riqueza de materialidades e subjetividades. Nesta pesquisa, o objeto de estudo é o “consumo como mediação social para o exercício da cidadania”, mediação social entendida a partir de Manuel Martín Serrano. Para atingir essa compreensão, exploramos as percepções e os entendimentos do consumo e das ações e práticas dos indivíduos sujeitos no contexto urbano na cidade de São Paulo, buscando levantar ações e articulações que promovem ressignificações e relações de sentidos. O desafio de investigação empírica contempla um estudo qualitativo, utilizando a Teoria Fundamentada como procedimento metodológico combinado com a lógica indutiva e os preceitos de interpretação como procedimentos analítico-interpretativos. O resultado da análise oferece a semantização do “consumo como mediação social para o exercício da cidadania” significado como “tática de transposição política”, entendimento limitado ao universo empírico, base desta dissertação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *