Sobre o Programa
Home Administração

Sobre o Programa

A Administração no contexto internacional

O Programa de Mestrado e Doutorado em Administração com ênfase em Gestão Internacional (PMDGI) visa preparar docentes, pesquisadores e profissionais para a reflexão científica sobre temas atuais da Administração no contexto internacional, estimulando o domínio dessa ciência e de suas ferramentas analíticas, bem como preparar os alunos para o doutorado, ou seja, para o próximo passo daqueles que pretendem continuar a carreira em pesquisa, docência e publicação.

O PMDGI pode ser considerado um ponto de referência para produção e disseminação de conhecimento relacionado à internacionalização de empresas tanto no que diz respeito à Estratégia em Gestão Internacional quanto ao Marketing em Gestão Internacional, bem como a Inovação Internacional, suas três linhas de pesquisa.

A proposta do PMDGI é oferecer à sociedade brasileira uma resposta à lacuna na formação de professores e pesquisadores na área de Gestão Internacional. Trata-se de uma proposta de formação didática e científica de professores e pesquisadores que objetiva torná-los multiplicadores para atender às demandas de formação de profissionais e pesquisadores que estudem as empresas brasileiras que estão se internacionalizando e as multinacionais estrangeiras e brasileiras.

O curso conta com um corpo docente de 13 professores com larga experiência e publicações relevantes nas áreas de Estratégia Internacional, Marketing Internacional, e Inovação Internacional, suas linhas de pesquisa.

Área de Concentração

Gestão Internacional é um recorte da área de Administração, que se preocupa com as organizações que conduzem negócios em mais de um país. Esta envolve questões de adaptação local e integração global, análise de mercados internacionais, centralização, descentralização e distribuição das atividades de Marketing, Produção e Inovação (Pesquisa e Desenvolvimento), transferência de conhecimentos entre subsidiárias, modos de entrada, e alocação de recursos.

Seus principais aspectos constituintes podem ser organizados nos estudos da Estratégia da Empresa, às suas decisões de Marketing, e às atividades de Inovação no âmbito internacional. Esta área se articula, portanto em três linhas complementares: Estratégia em Gestão Internacional, Marketing em Gestão Internacional e Inovação em Gestão Internacional.

Linhas de Pesquisa

Marketing Internacional

Envolve estudos e pesquisas relacionados à dimensão internacional da gestão do marketing em importantes setores como agronegócios, franquias e varejo, o comportamento do consumidor em diferentes países e culturas, neuromarketing, marketing digital, a construção da marca país e seu reflexo nas ações de marketing.

Coordenação: Thelma Valéria Rocha Rodrigues

Professores da linha: Eduardo E. Spers, George B. Rossi, Júlio César B. de Figueiredo, Mateus Canniatti Ponchio, Thelma V. Rocha e Vivian I. Strehlau

Estratégia e Inovação em Gestão Internacional

Envolve estudos e pesquisas que compreendem as estratégias e a inovação no processo de internacionalização das empresas englobando o planejamento e a estruturação das funções internacionais, cadeia global de valor, redes estratégicas, o papel e a estratégia das subsidiárias e o processo de internacionalização em diversos setores como infraestrutura, bancário, farmacêutico e educação.  Abrange ainda uma formação interdisciplinar e integrada por meio de conhecimento da inovação no ambiente internacional, envolvendo estudos sobre os sistemas nacionais de inovação, difusão de inovação pelos mercados.

Coordenação: Ilan Avrichir

Professores da linha: Felipe Mendes Borini, Frederico Araújo Turolla, Ilan Avrichir, Marcos Amatucci, Manolita Correia Lima e Mario Henrique Ogasavara

Perfil do aluno

O PMDGI objetiva formar pesquisadores e docentes com uma reflexão científica e crítica em Gestão Internacional, em seus aspectos fundamentais, representados nas duas linhas de pesquisa, Marketing Internacional; Estratégia e Inovação em Gestão Internacional.

CAPACIDADE

Analisar criticamente situações complexas do ambiente global sob uma perspectiva local;

Desenvolver atividade científica em alto nível, redigindo, publicando e comunicando resultados de pesquisa em eventos e periódicos qualificados;

Exercer a docência no ensino superior de Administração, para seus diversos públicos;

Contribuir com teorias e práticas de gerenciamento de empresas internacionalizadas;

Contribuir com o desenvolvimento local e global em bases sustentáveis e socialmente inclusivas;

CONHECIMENTO

Estudos de teorias organizacionais;

Métodos qualitativos e quantitativos de pesquisa avançada;

Produção de conhecimento por meio de pesquisa científica acadêmica nas áreas de Estratégia Internacional e Marketing Internacional;

Posicionamento do Brasil como um país emergente e a internacionalização de suas empresas;

ATITUDE

Curiosidade investigativa orientada para o estabelecimento de relações, sistematização de fatores e busca por resultados emergentes;

Atitude sistematizadora dos conhecimentos existentes em sua área, visando ao avanço do conhecimento científico;

Atitude crítica em relação ao conhecimento estabelecido, procurando evidências empíricas e teorias com a finalidade de promover o avanço do conhecimento em sua área;

Sensibilidade para os problemas brasileiros, nas dimensões econômica, social, ambiental e científica, buscando estudos e pesquisas que colaborem para a melhor inserção do país no âmbito internacional;

Senso de aplicação do conhecimento produzido, buscando o uso dos resultados dos estudos e pesquisas na solução de problemas efetivos de empresas brasileiras ou de empresas multinacionais atuantes no Brasil;

Caráter ético de honestidade científica na produção e na aplicação do conhecimento.

MESTRADO

Disciplinas do Curso

Disciplinas Obrigatórias

Objetivo: O objetivo geral desta disciplina é tornar os alunos proficientes na operacionalização do arcabouço teórico utilizado nas pesquisas e publicações em gestão internacional e negócios internacionais, bem como leitura e escrita de papers na área. O grau de proficiência deverá permitir que a) identifiquem, compreendam e sejam capazes de criticar o referencial teórico de dado estudo e b) dominem mais profundamente a tradição teórica de seu próprio projeto de dissertação.

Ementa: As principais abordagens ao fenômeno internacional e suas teorias. Teorias de Negócios Internacionais de Base Econômica (Teoria dos Custos de Transação / Internalização, Teoria do Ciclo-de-Vida do produto, Hymer e a lógica do Investimento Direto, Dunning e o paradigma eclético, Buckley e Casson e a Internalização dos custos das atividades intermediárias e Institucionalismo econômico). Teorias de Base Comportamental de Uppsala (Gradualismo, Distância Psíquica, Network). Teorias Gerenciais (Estratégicas) de Gestão Internacional (Bartlett e Ghoshal e as principais variáveis da estratégia internacional, Fluxo de Conhecimento na Empresa Multinacional). Outros referenciais teóricos relevantes (Pesquisa intercultural em Gestão Internacional).

Créditos: 4

Carga horária: 60

Objetivo: O objetivo da disciplina é o de apresentar os principais conceitos, técnicas e ferramentas de planejamento, coleta e análise qualitativa de dados/informações para auxiliar nos processos de planejamento, coleta e análise de dados em pesquisa na área de administração. 

Ementa: Pesquisa qualitativa. Estudo de caso. Abordagem fenomenológica. História. Etnográfica.Grounded Theory. Coleta  de análise de dados. Validade e Confiabilidade. Processo Geral de Pesquisa Qualitativa.

Créditos: 2

Carga horária: 30

Objetivo: O objetivo da disciplina é o de apresentar os principais conceitos, técnicas e ferramentas de análise estatística que podem auxiliar nos processos de planejamento e análise em pesquisa na área de Administração.

Ementa: Principais técnicas utilizadas em análise quantitativa. Introdução à análise de dados: tabelas e gráficos; apresentação de dados. Principais distribuições: discretas e contínuas. Amostragem e distribuições amostrais. Estimação pontual e intervalar. Testes de hipóteses paramétricos e não paramétricos. Análise de variância. Regressão simples e séries temporais. 

Créditos: 2

Carga horária: 30

Objetivo: Com a organização e oferta da primeira edição da disciplina Didática do Ensino Superior, o mestrado de Administração reafirma seu compromisso de colaborar para a formação de professores pesquisadores na área de Gestão Internacional e reforça a sua identidade de instituição de educação superior. Com o suporte de autores e textos selecionados, a disciplina proporcionará a discussão de temas nucleares da educação superior, resgatando teorias e metodologias que favoreçam a reflexão sobre a prática docente pela renovação de saberes.

Ementa: A organização do sistema brasileiro de educação superior. As teorias de aprendizagem e o desenvolvimento potencializado da atividade docente. Ensino versus aprendizagem ou ensino comprometido com a aprendizagem. A educação centrada no professor e a educação centrada no aprendiz: méritos, limitações e adequações. A aprendizagem (ativa / significativa) como norteadora da eleição de estratégias de ensino. Reflexões acerca do jovem e de sua presença em sala de aula. O planejamento para a criação de situações de aprendizagem: os planos de aprendizagem. Os objetivos do curso como âncora da concepção da disciplina e do plano de ensino e aprendizagem. O programa como uma obra aberta. Avaliação e acompanhamento da aprendizagem como forma de percepção do nível de apreensão do estudante e de orientação da mediação docente: reflexão, concepções e instrumentos.

Créditos: 2

Carga horária: 30

Objetivo: O curso consistirá principalmente em debates sobre problemas epistemológicos relacionados com pesquisas em andamento na área de Gestão Internacional no âmbito do curso de pós-graduaçãostricto sensu. Serão apresentados projetos recentemente desenvolvidos ou em desenvolvimento por alunos e professores, demonstrando e discutindo diversas metodologias quantitativas e qualitativas utilizadas na área de Gestão Internacional. Discussões sobre epistemologia, construção de raciocínio lógico-científico e construção de papers profissionais em Administração.

Ementa: Epistemologia. Lógica Científica. A construção do argumento científico (TOPAI). Lógica Aristotélica. Metodologia. Coleta e análise de dados. A persuasão científica.

Créditos: 2

Carga horária: 30

Objetivo: Ao final da disciplina, aluno ser capaz de explicar as principais perspectivas  em Teoria Organizacional e de que forma se completam ou contradizem, deixando claros os respectivos pressupostos, contribuições e limitações. 

Ementa: Teorias clássicas. Teorias neoclássicas. Teorias sistêmicas, orgânicas e contingenciais. Teorias organizacionais econômicas. Poder e política nas organizações. Cultura organizacional .Teoria institucional. Dependência de recursos e ecologia populacional. Teorias criticas.  Organizações e psicanálise. A perspectiva pós-moderna. Teoria organizacional  e NI. Produção brasileira em  TO e NI.

Créditos: 2

Carga horária: 30

Objetivo: Propiciar uma integração acadêmica entre o curso de graduação em Administração e o programa de pós-graduação em Administração, mestrado em Gestão Internacional. Permitir aos alunos uma reflexão da prática docente considerando as dimensões epistemológicas, pedagógicas e políticas e promover a formação didático-pedagógica dos mestrandos.

Ementa: Os múltiplos atores envolvidos nos processos educativos. As teorias de aprendizagem, planejamento e desenvolvimento da atividade docente. A aprendizagem ativa como norteadora da eleição de estratégias de ensino. O planejamento para a criação de situações de aprendizagem: os planos de aprendizagem. Os objetivos do curso como âncora da concepção da disciplina e do plano de ensino e aprendizagem. O programa como uma obra aberta. Materiais didáticos de suporte à aprendizagem. A avaliação e acompanhamento da aprendizagem como forma de percepção do nível de apreensão do estudante e de orientação da mediação docente: reflexão, concepções e instrumentos.

Créditos: 2

Carga horária: 30

Disciplinas Eletivas Complementares

Objetivo: O objetivo geral desta disciplina é auxiliar os alunos na construção de um estudo qualitativo em nível de mestrado. 

Ementa: Ementa – Estudos qualitativos na pesquisa em Administração: método de estudo de caso qualitativo,grounded theory, pesquisa-ação, história oral.  Técnicas de coleta e de tratamento dos materiais qualitativos. A validação dos resultados de pesquisas conduzidas com o suporte do método qualitativo. O desenvolvimento da análise de conteúdo e o software Atlasti. 

Créditos: 4

Carga horária: 60

Objetivo: Introduzir ao aluno as principais técnicas de análise quantitativa multivariada, estimulando os estudantes para a adição dessas abordagens quantitativas em seus problemas de pesquisa, capacitando-os para a busca e análise estruturada das informações. Apresentar os conceitos e ferramentas computacionais quantitativas com as respectivas aplicações dentro do campo de pesquisa de Administração.

Ementa: Introdução aos conceitos, técnicas e ferramentas de análise quantitativa multivariada. Regressão Múltipla. Inferência Estatística. Análise de Covariância. Análise de Componentes Principais. Análise Fatorial. Análise Discriminante. Análise de Clusters. Equações Estruturais (Structural Equation Modeling).

Créditos: 4

Carga horária: 60

Disciplinas Eletivas

Linha Estratégia em Gestão Internacional

 

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Disciplinas Eletivas

Linha Marketing em Gestão Internacional

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Disciplinas Eletivas

Linha Inovação em Gestão Internacional

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 2

Carga horária: 30

DOUTORADO

Disciplinas do Curso

Informações Específicas

Área de Administração

Créditos: 2

Carga horária: 30

Informações Específicas

Linha de Pesquisa

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 4

Carga horária: 60

Disciplinas Obrigatórias

Em Formação Científica

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 4

Carga horária: 60

Disciplinas Obrigatórias

Área de Administração

Créditos: 4

Carga horária: 60

Disciplinas Obrigatórias

Linha de Pesquisa

Disciplinas Eletivas

Créditos: 4

Carga horária: 60

Créditos: 2

Carga horária: 30

Disciplinas Eletivas

Estratégia em Gestão Internacional

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Disciplinas Eletivas

Marketing em Gestão Internacional

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Créditos: 2

Carga horária: 30

Disciplinas Eletivas

Inovação em Gestão Internacional

Grupos de Pesquisa

Estudos de Estratégia em Gestão Internacional

Líderes

Profs. Drs. Frederico Turolla e Ilan Avrichir

Este grupo tem o objetivo de realizar pesquisas destinadas a gerar conhecimento sobre a competitividade de indústrias brasileiras, inovação em subsidiárias de empresas multinacionais, inovação e internacionalização da indústria automotiva, e investimentos diretos em infraestrutura.

Este grupo possui cinco projetos:

  1. Competitividade de indústrias Brasileiras
  2. Internacionalização da Educação Superior
  3. Formação de Alianças Estratégicas
  4. Análise Econômica dos Investimentos Diretos Internacionais em Infraestrutura
  5. Interatividade e Memória: uma Investigação no Ambiente Virtual aplicada em Âmbito Internacional

Estudos de Marketing em Gestão Internacional

Líderes

Profs. Drs. Thelma Valéria Rocha e Eduardo Eugênio Spers

Este grupo tem o objetivo de realizar pesquisas destinadas a discutir, propor e desenvolver projetos acadêmicos e aplicados nas áreas de comportamento do consumidor e gestão do marketing internacional, com enfoque nos temas: base da pirâmide; identidade, cultura e consumo; agronegócios; varejo; multinacionais; estudos em modelagem e simulação empresarial.

Este grupo possui quatro projetos:

  1. Gestão de Marketing no Contexto Internacional
  2. Comportamento dos Consumidores da Base da Pirâmide
  3. Marcas no Ambiente Internacional
  4. Marketing e Estratégia em Agronegócios, Varejo e Franquias

Inovação em Ambiente Internacional

Líderes

Profs. Drs. Marcos Amatucci e Felipe Mendes Borini

O grupo de pesquisa tem como objetivo estudar a inovação em diversos aspectos da gestão internacional. Tem como interesses desvendar o impacto da inovação na difusão de produtos globais; compreender a influência dos sistemas nacionais e do ambiente institucional na inovação realizada em empresas internacionalizadas; e entender a gestão da inovação nas corporações multinacionais.

Este grupo possui dois projetos:

  1. Estratégia e Inovação em Subsidiárias Estrangeiras
  2. Estudos em Modelagem e Simulação Empresarial

Estudos de Mobilidade Sustentável

Líderes

Profs. Drs. Marcos Amatucci e Eduardo Eugênio Spers

Este grupo enquadra-se na trilha de Gestão da Inovação e da Tecnologia, campo da Administração, com um foco de estudo recentemente inaugurado por pesquisadores europeus (Geels, 2002; Elzen, Geels et al.,2004;Geels, 2005; Van Den Bosch, Brezet et al., 2005; Geels e Raven, 2007; Bergek, Hekkert et al., 2008; Geels, 2011) de sistemas de inovação sustentável, onde se analisa a transição tecnológica um função da sociedade (como por exemplo, as telecomunicações, a geração de energia ou, em nosso caso, o transporte), com suas implicações em vários níveis de análise, ou multinível conforme (Geels, 2002). A comparação dos trabalhos sobre etanol no Brasil com trabalhos de colegas do GERPISA envolvendo a busca de outras tecnologias e modelos de governança mais sustentáveis para a indústria automobilística e para o problema do transporte urbano de maneira mais ampla levou as questões de pesquisa como aquelas descritas na seção seguinte. Como exemplo, podemos citar: os elementos que alavancam a transição dos bicombustíveis sãos os mesmos elementos da transição para veículos elétricos? ou ainda, o significado simbólico do automóvel no imaginário do consumidor reforça o lock-in tecnológico em relação à tecnologia de combustão interna e ao modelo de propriedade individual de veículos?

Este grupo possui um projeto:

  1. Inovação e Sustentabilidade na Indústria Automobilística

Internacionalização das Franquias Brasileiras

Líderes

Profs. Drs. Thelma Rocha e Eduardo E. Spers

Este grupo tem como objetivo estudar a internacionalização das franquias brasileiras. O que chama a atenção dos pesquisadores é que o Setor de Franquias tem tipo um crescimento acelerado nós últimos anos, porém o volume de franquias internacionalizadas aumenta em um ritmo mais lento. Este grupo vem acompanhando essas franquias desde 2010, quando eram 68 redes operando no exterior. Em 2012 eram 92 redes, e em 2014 são 105 redes de franquias brasileiras internacionalizadas.

Em parceria com a ABF (Associação Brasileira de Franchising), os professores do PMGI desenvolveram os Relatórios de Pesquisa

Em 2010 – A Internacionalização das Franquias Brasileiras
Autores: Thelma Rocha, Felipe Borini, Eduardo Spers

Em 2012 – Aspectos Mercadológicos e Estratégicos da Internacionalização das Franquias Brasileiras
Autores: Thelma Rocha, Felipe Borini, Eduardo Spers, Daniela Khauaja, Adriana Camargo

Versão em inglês da pesquisa coletada em 2012 – STRATEGIC AND MARKETING ASPECTS OF THE INTERNATIONALIZATION OF BRAZILIAN FRANCHISING

Em 2014 – Estágios da Internacionalização das Franquias Brasileiras
Autores: Thelma Rocha, Felipe Borini, Eduardo Spers, Mário Ogasavara, Daniela Khauaja, Adriana Camargo e Pedro Melo.

Versão em inglês da pesquisa coletada em 2014 – STAGES OF INTERNATIONALIZATION OF BRAZILIAN FRANCHISES

Mobilidades: A Vivência Acadêmica Internacional

Líder

Manolita Correia Lima

O grupo tem por objetivo aprofundar o debate epistemológico e metodológico que emerge do estudo das mobilidades; aplicar os referenciais teóricos e metodológicos à compreensão da realidade brasileira; compreender o significado da mobilidade acadêmica para estudantes internacionais que se deslocam de seus países de origem para estudar em instituições brasileiras; compreender a incidência do fluxo de estudantes na Amazônia, seu direcionamento e verificar se esse movimento tem como objetivo atender à necessidade da transformação que busca o desenvolvimento sustentável da região; aplicar os referenciais teóricos e metodológicos à compreensão da realidade latino-americana; compreender as motivações, significados e percepções de resultados da experiência vivida, relação entre experiência do programa de mobilidade acadêmica internacional e empregabilidade para os estudantes latino-americanos; verificar em que medida a instituição dosrankingsglobais contribuem para a internacionalização das instituições de educação superior da região; aplicar os referenciais teóricos e metodológicos à compreensão da realidade ibero-americana; mapear os fluxos de estudantes de países da comunidade de países de Língua Portuguesa na Universidade de Coimbra; compreender as políticas públicas, definidas pelo governo brasileiro, voltadas para a formação de professores, as iniciativas que envolvem a mobilidade acadêmica internacional dos estudantes de licenciatura em Coimbra; aplicar os referenciais teóricos e metodológicos em exercícios que envolvem análises comparativas; desenvolver análises comparativas dos estudos e pesquisas realizados por autores europeus; compreender a mobilidade acadêmica internacional junto a estudantes do Reino Unido e as respectivas razões que justificam a reduzida participação dos jovens que cursam o terceiro grau em programas que promovem a mobilidade acadêmica internacional.