A atração da pesquisa clínica
Home Dissertações

A atração da pesquisa clínica

A atração da pesquisa clínica : Um estudo acerca da influência das varáveis institucionais para seleção de países sede

Felipe Gonzalez Abuin

Orientador(a): Frederico Araújo Turolla

O presente trabalho tem por objetivo analisar os fatores que levam a escolha de determinados países para a realização da pesquisa clínica e elucidar o peso entre as diferentes variáveis que foram delimitadas no presente trabalho. Para atender à proposta de trabalho fizemos uso de uma metodologia quantitativa para parametrizar a decisão locacional dos estudos clínicos. A revisão da literatura específica acerca do tema se fez necessária para a busca, análise e seleção dos fatores determinantes para a escolha de onde realizar a pesquisa clínica contribuindo assim, para que alcançássemos o objetivo proposto. Pesquisas qualitativas que utilizamos por base, como em Gehring (2014), Huijstee; Schipper (2011) , Thiers (2007) e Swan; Robertson (2009) entre outros, permitiram a obtenção de uma lista com vinte e dois fatores responsáveis por influenciar a escolha de onde realizar a pesquisa clínica. Essas variáveis foram agrupadas em torno de sete categorias que levam os nomes das variáveis que irão compor a regressão em painel. São elas: Liberdade Empresarial, Liberdade de Governo, Direito de Propriedade, Experiências Anteriores, Índice Educacional, PIB e Custos. Foi utilizada a Teoria Institucional segundo North (1990), Rodrik (1999), Rodrik e Subramanian (2002), com aplicação por meio dos índices de liberdade econômica da base “The Heritage Foundation” e Banco Mundial. Os dados mundiais acerca dos países onde são desenvolvidas pesquisas clínicas foram obtidos na base de dados ClinicalTrials.org, uma base antiga que apresenta amplitude global. Uma regressão em painel desbalanceado foi implementada com o objetivo de quantificar a influência de cada variável determinante para a atração da pesquisa clínica. Esse estudo apresenta relevância para a área de Negócios Internacionais, pois a pesquisa clínica representa a criação de novas receitas para o setor farmacêutico. O que faz com que diversos países demonstrem interesse em receber essas pesquisas e coloca em evidência os critérios utilizados para a escolha de onde e por que um determinado país será selecionado para a realização da pesquisa clínica.